Porto Velho (RO) domingo, 24 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Thomaz Bastos descarta intervenção em Rondônia


Ana Paula de Carvalho - Agência O GloboCURITIBA - O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, afirmou nesta sexta-feira, em Curitiba, que a megaoperação da Polícia Federal em Rondônia, que levou à prisão da cúpula da Justiça no estado, é a operação com maior repercussão pelo nível das pessoas envolvidas. - Acredito que a Polícia Federal tenha reunido um grande número de evidências que fundamentaram a decisão do Superior Tribunal de Justiça de decretar essas buscas, apreensões e prisões.O ministro descartou, no entanto, intervenção federal no Estado.- Não foi cogitada intervenção. Só se as circunstancias mudarem muito - garantiu Bastos.O ministro enumerou que nos últimos 42 meses já foram realizadas 280 operações semelhantes.- É uma operação séria, que resultou de uma investigação minuciosa que envolveu modernos esquemas de investigação e de colheta de prova - observou.No entanto, ele frisou por mais de uma vez que qualquer pessoa presa em operações da Polícia Federal são suspeitas e não foram culpadas.- Cabe ao Poder Judiciário determinar a culpabilidade.

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado