Porto Velho (RO) sábado, 18 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Termina nesta segunda o prazo para comprovação de dados


Agência O GloboBRASÍLIA - Termina nesta segunda-feira, às 18h, o prazo para a comprovação dos dados socioeconômicos dos candidatos reclassificados para ocupar vagas no Programa Universidade para Todos (ProUni). Para garantir a vaga no programa, o estudante deve procurar a instituição de ensino superior onde foi aceito e entregar cópias de documentos pessoais, como CPF e carteira de identidade.Outros documentos que devem ser entregues são o comprovante de ter cursado todo o ensino médio em escola pública ou em escola privada na condição de bolsista integral; comprovação de renda per capita familiar até um salário mínimo e meio (R$ 525 em valores de hoje), se concorre à bolsa integral; e até três salários mínimos (R$ 1.050) per capita familiar para bolsa parcial, de 50% da mensalidade.Para saber se foi reclassificado, o estudante deve acessar o site do programa ( entre aqui) e informar o número de inscrição no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) ou o CPF. Foram reclassificados 33.116 candidatos às vagas do ProUni este ano. Das 33.116 bolsas disponíveis, 17.868 são integrais e 15.248 parciais, no valor de 50% da mensalidade.As instituições de ensino superior parceiras do Ministério da Educação no programa também tiveram o prazo de lançamento dos dados dos alunos no sistema do ProUni prorrogado para as 23h59 do dia 10 de março.Regras para concessão de bolsas remanescentes são divulgadasAs instituições particulares de ensino superior poderão oferecer as bolsas remanescentes do Programa Universidade para Todos (ProUni) para alunos classificados no vestibular. As regras para a concessão das bolsas remanescentes para o primeiro semestre de 2007 foram publicadas na sexta-feira, no Diário Oficial da União, em uma portaria do Ministério da Educação (MEC).De acordo com a portaria, as universidades e faculdades particulares poderão conceder bolsas conforme a classificação do estudante em processo seletivo próprio, inclusive vestibular, para turmas iniciadas neste semestre. Caso ainda sobrem bolsas, as instituições poderão concedê-las conforme o desempenho acadêmico dos estudantes de turmas iniciadas em anos anteriores.Terão prioridade os estudantes professores da rede pública de ensino matriculados em cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia, além dos autodeclarados indígenas.As instituições que optarem por conceder as bolsas remanescentes em processo seletivo próprio ou de acordo com o desempenho do estudante têm do dia 19 de março a 13 de abril para emitir a documentação pelo Sistema do ProUni (SisProuni) na página do programa na internet.As universidades e faculdades particulares devem divulgar a todos os alunos a quantidade de bolsa disponível em cada curso e a listagem dos estudantes inscritos para concorrer a uma vaga. A lista deve ser afixada em locais de grande circulação das instituições e em suas páginas na internet.Seleção para o segundo semestre começam em maioNa primeira etapa do ProUni foram oferecidas 108 mil bolsas de estudo. Dessas, foram ocupadas quase 75 mil pelos alunos pré-selecionados. As outras 33 mil bolsas estão sendo concedidas para os alunos reclassificados.Algumas datas da seleção do ProUni para o segundo semestre já foram liberadas. As inscrições começarão em 23 de maio e o resultado final sairá em 14 de junho. A novidade deste ano, é que os estudantes poderão escolher até sete opções de curso ou instituição na ficha de inscrição. Antes era possível fazer apenas cinco escolhas.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di