Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Temporal deixa 300 famílias desabrigadas em Mato Grosso


Agência O GloboCUIABÁ - A chuva deixou pelo menos 300 famílias desabrigadas no Mato Grosso. Em menos de 24 horas, o leito do Rio Paraguai subiu 33 centímetros. Com o volume equivalente a um mês de chuva, os córregos que atravessam Cáceres, a 220 quilômetros de Cuiabá, transbordaram e alagaram toda a região central. A água invadiu casas e lojas. Em uma borracharia, só os pneus pendurados podiam ser vistos.- Não tem como trabalhar. Não tem jeito. Sem falar no risco das doenças que a gente pode adquirir por causa desta sujeira - disse o borracheiro David Silva.A situação chega a ser dramática nos bairros mais atingidos. Para chegar até eles, o meio mais seguro é o barco. Mas como não há embarcações para todo mundo, muitos moradores se arriscam a pé, no caminho para casa.Famílias receberam a ajuda de soldados do Exército e dos bombeiros. Donos de barcos também ajudaram na travessia. A água invadiu garagens e encobriu carros e motos. Quem conseguiu salvar os móveis esperava dentro de casa a água baixar.- De repente, a gente acordou e encontramos toda a água. Meu sogro, que é uma pessoa de idade, teve que sair de casa - revelou a dona de casa Leide de Jesus.Moradores que perderam tudo foram levados para escolas, onde tiveram que esperar por comida e colchões.- Temos que esperar a água baixar para ver o que podemos fazer.Ver se a gente consegue algumas coisas que são mais urgentes e o resto das coisas nós temos que conquistar com o tempo - afirmou a funcionária pública Elza Carvalho.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di