Porto Velho (RO) segunda-feira, 23 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Temer vai debater segurança nas fronteiras com governadores da Amazônia Legal



O presidente da República Michel Temer confirmou aos governadores Confúcio Moura, de Rondônia, e Tião Viana, do Acre, que irá à capital acreana, no dia 27 deste mês para tratar de uma agenda em quem o tema predominante será a segurança pública. “Teremos um debate importante sobre o assunto que está na ordem do dia da população”, afirmou Confúcio.

Além do presidente Michel Temer, também confirmaram presença na reunião a procuradora geral da República Raquel Dodge, os presidentes do Senado Eunício Oliveira e da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, além de ministros de estado e representantes da Bolívia, Peru e Colômbia.

A capital acreana será a sede, nos dias 26 e 27, da reunião do Fórum de Governadores da Amazônia Legal, que congrega representantes de Rondônia, Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Amapá, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins. O bloco discute temas comuns e voltados para o desenvolvimento sustentável.

Excepcionalmente, para este evento, foram convidados governadores de quase todos os estados do país. Em comum, todos levarão as preocupações que têm com a segurança pública.

A ideia de chamar Michel Temer para debater os assuntos relacionados à segurança pública, sobretudo no que se refere à fronteira, começou a ser discutido no âmbito do Fórum de Governadores da Amazônia Legal. A proposta ganhou força em setembro, quando Tião Viana e Confúcio Moura se encontraram em Diamantina/MG, onde foram homenageados com a Medalha Presidente Juscelino Kubitsckek

DEBATES

Na audiência desta terça-feira (10), no Palácio do Planalto, em Brasília, Confúcio Moura e Viana, estavam juntos para convidar o presidente Michel Temer.

“Vamos ter a oportunidade de falar de segurança pública e seus desdobramentos, como o sistema prisional, proteção de fronteiras e inteligência integrada”, anunciou o governador de Rondônia após a audiência.

Segundo Confúcio Moura, inciativas como esta permitem a reação contra a violência que atormenta a população. “Ninguém aguenta mais tanta notícia ruim”, acrescentou ele.

A reunião de Rio Branco servirá, ainda, conforme o governador de Rondônia, para mostrar o que seus colegas governadores, prefeitos e o presidente da República fazem para reduzir dos índices de violência.

“Nestes encontros, cada um assume compromissos e vamos construindo soluções”, disse o governador, que concordou com a participação dos representantes dos países vizinhos. “Eles vivem o mesmo drama que nós, com o tráfico de drogas e contrabando de armas”, concluiu.


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Secom - Governo de Rondônia

Mais Sobre Política - Nacional

MST protesta em frente ao STF contra privilégios do Judiciário

MST protesta em frente ao STF contra privilégios do Judiciário

Ação foi feita pelo Grupo de Agitação e Propaganda do movimento e também denunciou prisão política de Lula

CNJ intima Favreto, Gebran e Moro sobre HC de Lula

CNJ intima Favreto, Gebran e Moro sobre HC de Lula

O ministro corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), João Otávio de Noronha, intimou os desembargadores Rogério Favreto e João Pedro Gebran Ne

Vice-presidente do STJ nega liberdade a Lula

Vice-presidente do STJ nega liberdade a Lula

Ministro Humberto Martins negou nesta quarta-feira 18 um habeas corpus impetrado por um cidadão em favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva; e

Secretários Executivos dos regionais da CNBB se encontram em Porto Velho(RO)

Secretários Executivos dos regionais da CNBB se encontram em Porto Velho(RO)

Secretários Executivos dos 18 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) participam em Porto Velho (RO) do encontro que reúne os ar