Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Temer recua e desiste de mostrar seu extrato bancário


 Gente de Opinião

247 - Depois de ter dito que daria "total acesso" à imprensa, Michel Temer ainda não decidiu o que fará com o resultado de seus extratos bancários. O Palácio do Planalto informou nesta segunda-feira (12) ao blog de Andréia Sadi que "não há definição" sobre o assunto, e que a divulgação à imprensa está "sob exame, em análise".

Segundo assessores, familiares de Temer conversaram com o emedebistas nos últimos dias e falaram sobre a "exposição" com detalhes das contas dele.

Nesta terça-feira (13), Temer irá a São Paulo, onde terá um encontro com o advogado Antônio Claudio Mariz, para fazer um "detalhamento" das suas contas.

Mariz defende o o emedebista no inquérito sobre o suposto recebimento de propina na edição de um decreto que beneficiou empresas do setor portuário. A Polícia Federal investiga se a medida que ampliou para 35 anos as concessões do setor favoreceu a empresa Rodrimar. Além de Temer, são investigados o ex-assessor da Presidência Rodrigo Rocha Loures, o presidente da Rodrimar, Antônio Grecco, e o diretor da empresa Ricardo Mesquita.

Mais Sobre Política - Nacional

STF julga hoje ação penal contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo

No processo, os cinco ministros do colegiado vão decidir se condenam ou absolvem os acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, na Operaçã

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Petrobras pode ter que pagar mais R$ 17 bilhões por conta de uma ação no Tribunal Superior do Trabalho...

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

A lotação é mais acentuada na região Norte do país, onde algumas unidades acomodam cerca de três vezes mais detentos do que sua estrutura permite.

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Em dos inquéritos tem como relator o ministro Gilmar Mendes e apura o suposto pagamento de vantagens indevidas "prometidas e/ou efetuadas" pela Odebre