Porto Velho (RO) domingo, 27 de maio de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Temer comprou salvação na CCJ por R$ 134 milhões


Gente de Opinião

247 - O governo Michel Temer liberou R$ 134 milhões, no mês de junho, em emendas parlamentares de 38 dos 40 deputados que votaram a favor do peemedebista na Comissão de constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

O levantamento foi realizado pela ONG Contas Abertas. De acordo com os dados, o maior beneficiado foi o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), que teve R$ 5,1 milhões em emendas. O tucano foi o responsável por apresentar um segundo parecer, aprovado pela CCJ, que pedia rejeição da denúncia de corrupção passiva feita pela Procuradoria Geral da República.

Depois do tucano, os parlamentares mais beneficiados foram Carlos Marun (PMDB-MS), membro da tropa de choque de Temer na Casa, e Beto Mansur (PRB-SP), com R$ 5 milhões cada. Somente em junho, o governo empenhou R$ 2 bilhões para parlamentares de 27 partidos e bancadas estaduais.

A oposição diz que o governo conseguiu a vitória na CCJ por meio da compra de parlamentares através da liberação de recursos de emendas e também pela troca de parlamentares de maneira a garantir votos pró-Temer. Houve ainda troca de parlamentares titulares na comissão, para que os votos virassem a favor de Temer.

Mais Sobre Política - Nacional

General diz que não há risco de militares cometerem erros

Forças Armadas estão preparadas para atuar na desobstrução de rodovias e que não há chance de os militares cometerem erros

A prisão de Azeredo: prédio de luxo, tombado pelo patrimônio

A prisão de Azeredo: prédio de luxo, tombado pelo patrimônio

Preso a um quilômetro de casa, o tucano Eduardo Azeredo está na antiga sede do Colégio Anglo-Mineiro, tomado pelo Patrimônio Cultural de Belo Horizont

Marun acena com fim da política de Parente na Petrobras

Marun acena com fim da política de Parente na Petrobras

O ministro Carlos Marun acenou com o fim do modelo criado por Pedro Parente, com seus reajustes diários nos combustíveis

Cármen Lúcia nega ter blindado Aécio e manobrado contra Lula

Cármen Lúcia nega ter blindado Aécio e manobrado contra Lula

Embora tenha proferido o polêmico voto que salvou o mandato do senador Aécio Neves (PSDB-MG), flagrado negociando propinas com o empresário Joesley Ba