Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TCU vai investigar suspeita de superfaturamento em cartilhas do governo


Alan Gripp - Agência O GloboBRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou na tarde desta quarta-feira instauração de processo de tomada de contas especial para investigar suspeita de superfaturamento e desvio na impressão de material de propaganda institucional pela Secretaria de Comunicação e Gestão Estratégica (Secom). O montante de recursos gastos pelo governo e cuja explicação não convenceu a auditoria feita pelo TCU soma cerca de R$ 11 milhões.Terão 15 dias para apresentar defesa o ex-ministro da Secom Luiz Gushiken, o subsecretário Marcos Flora e as duas agências envolvidas: Duda Mendonça e Matisse. O TCU também não ficou satisfeito com a defesa apresentada pela Secom, que alegou ter usado o PT para distribuir cartilhas com ações adotadas pelo governo. Os auditores do tribunal também suspeitam que houve superfaturamento da impressão de folhetos.Num dos trechos, o relatório do TCU cita nominalmente "Luiz Gushiken por ter autrorizado ou permitido (...) a aplicação de recursos públicos no pagamento dos materiais de propaganda a seguir detalhados, que receberam atesto de recebimento pelo Partido dos Trabalhadores, com o agravante de que esses materiais, pelo seu conteúdo e pela distribuição via partido, teria o potencial de se constituir em propaganda partidária".O TCU aponta dúvidas sobre a confecção de 198.300 revistas com o balanço de 24 meses de governo e de outras 103.750 com o balanço de seis meses da administração petista. O TCU também aponta suspeita de sobrepreço em serviços executados pelo publicitário Duda Mendonça.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.