Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Tarso discute no Senado possibilidade de votar reforma política, mudanças no Orçamento e fim da reel


olando Lourenço
Agência Brasil

O ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Tarso Genro, reuniu-se hoje (30) com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), quando conversaram sobre as votações do Senado na próxima semana e sobre o processo de articulação política para o próximo governo. Sobre a negociação dos trabalhos até o próximo governo, o ministro informou que a intenção é verificar a disposição do presidente do Senado para a discussão de três temas: reforma política, reforma legislativa no processamento do orçamento e o fim da reeleição.

Na opinião do ministro, esses três temas podem ser trabalhados no período entre a eleição e a posse do novo Congresso. "São pontos que podem compor um grande acordo entre governo e oposição e é importante que o Congresso Nacional se debruce no debate desses temas no próximo período para desobstrui o processo legislativo", disse o ministro. Segundo Tarso Genro, a votação desses pontos é importante para que o país possa ter condições de estabilidade e governabilidade superiores as que foram obtidas até agora. A "concertação política", de acordo com o ministro, é um acordo entre oposição e governo para resolver temas que são de interesses comuns.

Segundo Tarso Genro, o interesse na aprovação desses três temas emergiu da sociedade e da própria oposição e não é uma pauta do governo. "O encaminhamento dessas questões tem que começar agora, porque o Brasil tem pressa para a estabilidade, para o crescimento e para a desobstrução do processo político", disse o ministro. E acrescentou: "Há uma grande vontade política em relação a essas questões: fim da reeleição, votação da reforma política e da reforma legislativa na questão do processo de elaboração do orçamento".

Tarso Genro informou também que já conversou com o presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), sobre as votações na próxima semana, quando será realizado o último esforço concentrado do Congresso Nacional no período pré-eleitoral, e que Aldo pediu a ele para que o governo retire algumas urgências constitucionais de projetos que trancam a pauta para acelerar o processo de votações. Tarso Genro informou que o governo está disposto a colaborar com a desobstrução da pauta da Câmara e deverá retirar as urgências que forem necessárias.
 

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a