Porto Velho (RO) sábado, 19 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

TAM lidera participação de mercado, em vôos nacionais e internacionais


Erica Ribeiro - Agência O GloboRIO - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou nesta quinta-feira os dados de participação de mercado das companhias aéreas brasileiras no mês de novembro. A TAM mantém a liderança no mercado doméstico, com 51,66% e também no internacional, com 61,21%.Em novembro, a companhia tinha, respectivamente, 51,14% e 58,16% dos mercados doméstico e internacional. A Gol, fechou o mês de novembro com 35,26% do mercado doméstico, e 13,23% do internacional, praticamente os mesmos percentuais de outubro. Já a Varig registrou participação de 5,08% nos vôos nacionais, mantendo o mesmo percentual do mês anterior e 17,14% nos internacionais, leve queda em relação a outubro, quando registrou 18,47% de participação. A OceanAir, que tinha 2,26% do mercado doméstico em outubro, fechou o mês de novembro com 2,16%.A BRA ficou com 3,16% do mercado doméstico, contra 3,59% de outubro e 7,99% do mercado internacional, apresentando queda em relação a outubro, quando tinha 9,95% dos vôos para fora do país.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul