Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

STF compra 55 telefones à prova de interceptação


 
Alvo de grampos telefônicos, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu comprar 55 telefones criptografados para garantir a segurança e a privacidade das ligações feitas pelos 11 ministros. A medida foi tomada no final do ano passado, depois da divulgação da notícia de que o presidente da Corte, Gilmar Mendes, teria sido vítima de uma interceptação clandestina.

A assessoria de comunicação do STF confirmou ontem a aquisição. Informou que o tribunal decidiu comprar os aparelhos por motivos de segurança, mas não quis dar mais detalhes da compra.

Conforme informações do site Contas Abertas, a empresa TLS Informática foi contratada para fornecer os aparelhos. O valor da compra de 20 celulares e 35 telefones fixos seria de R$ 380 mil. Uma nota de empenho, garantindo o recurso, foi lançada no Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi).

Fonte: Correio Braziliense com informações da Agência Estado

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu