Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

STF aceita denúncia, e Jader passa a ser réu em processo por peculato


Carolina Brígido - Agência O GloboBRASÍLIA - O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) transformou nesta sexta-feira em processo o inquérito em que o deputado Jader Barbalho (PMDB-PA) é investigado por peculato. Com a decisão, Jader passa a ser tratado como réu. Por unanimidade, os ministros entenderam que a Corte deveria aceitar a denúncia de que ele teria cometido irregularidades no pagamento de indenização pela desapropriação do imóvel rural Vila Amazônia, no Pará. Na época, Jader era ministro do Desenvolvimento Agrário do governo Sarney.Segundo o relator, ministro Marco Aurélio Mello, há indícios de crime de peculato porque Jader homologou o acordo para o pagamento da indenização por meio de uma portaria ministerial.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que