Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

'Só não desvia dinheiro hoje quem não quer', diz procurador, sobre ONGs


Agência O GloboRIO - O Ministério da Justiça tem apenas uma equipe de 12 funcionários para fazer a análise formal das contas anuais de mais de quatro mil ONGs registradas no país, mostra reportagem do jornal "O Globo" deste domingo, assinada por Jailton de Carvalho.Os demais ministérios, obrigados por lei a fiscalizar a aplicação de cada centavo repassado às ONGs, não dispõem de equipes específicas para avaliar as pretações de contas.Ainda de acordo com a reportagem, a investigação da Controladoria Geral da União e do Tribunal de Contas da União (TCU) é esporádica e casual. E as entidades apenas submetem seus números aos fiscais quando são pegas em auditorias de grandes programas financiados pelo governo federal.O TCU estima que o governo repasse R$ 8 bilhões por ano às ONGs.Em função da falta de estrutura, o procurador Lucas Furtado, chefe do Ministério Público no TCU, diz que "só não desvia dinheiro hoje quem não quer".Um relatório sobre as falhas do sistema de controle está em poder do secretário-geral da Presidência, Luiz Dulci.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que