Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Site que ensina francês gratuitamente é lançado por governos do Brasil e da França


Daniela Leiras - Agência O Globo RIO - Se as únicas palavras em francês que você arrisca falar são "mon amour" e "merci beaucoup", e mesmo assim sua pronúncia não é lá essas coisas, uma nova ferramenta na internet pode ser a chance de ir além no idioma, gratuitamente e sem sair de casa. Os governos do Brasil e da França fizeram um acordo de ensino a distância e lançaram neste mês o site Francoclic, que oferece desde lições em texto, vídeos didáticos e exercícios até informações sobre a cultura francesa. - O objetivo do projeto é fornecer recursos pedagógicos para alunos e professores interessados no ensino e aprendizado do idioma. O material é adaptado para o público brasileiro - afirma o diretor de Infra-Estrutura Tecnológica da Secretaria de Educação a Distância (Seed/MEC), Espartaco Coelho. No link "Reflets-Brésil" estão disponíveis 24 lições, com aulas de gramática e vocabulário. Cada uma apresenta cinco vídeos com situações do cotidiano em francês e comentários em português. Segundo o MEC, o material pode servir tanto para quem nunca teve contato com o idioma quanto para alunos de diferentes níveis. Professores de francês alertam, no entanto, que o método não é milagroso. - A pessoa que aprende sozinha não vai sair falando francês rapidamente sem a ajuda de um profissional capacitado. O novo site pode servir como uma ferramenta complementar. Dependendo da capacidade de aprendizado de cada um, é preciso em média de um ano de estudo para o estudante se virar bem - diz o professor Adam Tommy Vidal, que nasceu na França e dá aulas particulares no Rio há 12 anos. A diretora nacional de Marketing da Aliança Francesa, Paola Borghoff, concorda que ferramentas de multimídia ajudam no aprendizado, mas não são suficientes. - É importante a interatividade entre alunos e professores. Na Aliança, o curso regular com três horas de aula por semana dura quatro anos e meio. Mas em um ano já dá para se comunicar razoavelmente - afirma.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)