Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Site de Alckmin diz que Lula usa a mesma tática terrorista de Collor em 89


Agência O GloboBRASÍLIA - O site da campanha do tucano Geraldo Alckmin compara o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao ex-presidente Fernando Collor de Melo, que sofreu impeachment em 1992 e foi em eleito no dia 1º para um mandato de oito anos no Senado. Segundo o site, depois de reclamar das artimanhas de Collor em 1989, agora Lula estaria recorrendo à mesma tática terrorista que teria sido usada por Collor para assustar a população. O texto escreve o nome de Lula com dois "L", uma referência ao do ex-presidente, e diz que o petista seria discípulo de Color.Segundo os tucanos, de cordeiro, Lula se transformou em lobo em 17 anos, e agora tenta fazer o mesmo jogo ao dizer que Alckmin fará uma nova rodada de privatizações. O documento diz que, na campanha presidencial de 1989, Lula foi ao segundo turno com Collor e até hoje o PT reclama do "jogo collorido", que teria usado artifícios condenáveis para ganhar a eleição: "espalhou mentiras de que Lula confiscaria a poupança da população e colocou no horário de TV depoimento de uma ex-namorada de Lula dizendo que o petista queria que ela abortasse uma gravidez".O texto tucano diz que o petista parece ter "apreendido muito bem a lição com o mestre Collor, para quem faz juras de amor e é correspondido". Segundo os tucanos, a campanha de Lula recorre diariamente à mentira e ao terrorismo eleitoral."Líderes do partido acusam Geraldo de ter intenções privatistas, de que vai acabar com o Bolsa-Família, prejudicar os servidores etc. Tudo mentira. Geraldo já disse mais de uma vez que não vai privatizar a Caixa Econômica Federal, o Banco do Brasil, os Correios, a Petrobras, nem acabar com o Bolsa Família e a Zona Franca de Manaus. Pelo contrário, todas essas instituições nacionais serão preservadas e fortalecidas", diz o texto.Os tucanos dizem ainda que a ordem da campanha de Lula "é mentir sem dó", espalhar boataria sobre privatizações e adulterar números da administração de Alckmin."Lulla e seus companheiros de PT não têm limites na briga para manter as mordomias e os cargos do governo. A história não redimiu Collor. Mas mostrou, depois de tanta corrupção no governo Lula e de tantas mentiras de campanha, que com seu jogo sujo na campanha de 89 o ex-presidente alagoano estava, talvez sem saber, formando um discípulo que se mostrou muito superior ao mestre", diz o texto.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que