Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Senadora Fátima Cleide elogia o “PAC” da educação


"A idéia não é punir, mas premiar o êxito daqueles que seguem as diretrizes da Educação". A afirmação é do ministro da Educação Fernando Haddad, que foi à Comissão de Educação do Senado, nesta terça-feira (3), para falar do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), que consiste em promover ações na rede pública de ensino e melhorar a sua qualidade.

A senadora Fátima Cleide (PT-RO) acredita que o PDE vai contribuir para a melhoria do ensino no País e mencionou que é preciso olhar com carinho para os servidores. "Com a estipulação do piso salarial na educação, as pessoas retornarão o olhar para o magistério como uma profissão", ressaltou Fátima.   

O PDE tem por objetivo construir várias obras entre escolas e creches. Outra medida é criar cerca de 300 pólos, um por município, oferecendo cerca de 60 mil vagas para formação de professores por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Para Haddad, toda essa empreitada também é de responsabilidade da sociedade. "Temos que contar com uma cadeia de responsabilização social entre empresas, ONGs, trabalhadores, compartilhando esforços para criar uma sinergia para alcançarmos os resultados desejados", disse.

Quando perguntado pela senadora se o PDE irá abranger as Escolas Famílias Agrícolas, o ministro disse que por uma questão jurídica fica impossibilitado, mas vai ver a possibilidade de flexibilizar a lei. "A legislação impede que sejam destinados recursos públicos para instituições que não são caracterizadas como públicas ou comunitárias filantrópicas. Penso já ter havido um avanço, no Conselho Nacional de Educação, no sentido de reconhecer a pedagogia da alternância, que é utilizada nas Escolas Famílias Agrícolas. O problema está em como classificar estas unidades no ordenamento jurídico. Talvez seja possível flexibilizar a legislação vigente no sentido de contemplar estas unidades com apoio governamental. Vamos ter uma posição amadurecida mais pra frente", explicou Haddad.

Fonte: Mara Paraguassu

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni