Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Sanguessugas: CPI vai investigar mais um senador


Evandro Éboli - Agência O Globo BRASÍLIA - O empresário Luiz Antônio Vedoin, dono da Planam e e acusado de ser um dos chefes da máfia dos sanguessugas, acusou em entrevista à revista "Veja", o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT) de envolvimento com o esquema de compra de ambulância com emendas superfaturadas. Na manhã deste sábado, o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), integrante da CPI dos Sanguessugas, informou que a comissão irá investigar o suposto envolvimento do senador com o esquema.Antero, que é candidato ao governo de seu estado nestas eleições, foi acusado pelo empresário Luiz Antônio Vedoin de coordenar as emendas de bancada de seu estado junto com o deputado Lino Rossi (PP-MT), que foi incluído pelo relatório parcial da CPI e até desistiu de disputar a reeleição.O senador negou a participação, e denunciou a existência de um complô orquestrado pelo governador Blairo Maggi (PPS) e os donos da Planan, a família Vedoin, para prejudicar sua campanha a governador." Isso é uma armação com objetivos eleitorais. Eu não apresentei emendas ao orçamento para beneficiar a Planan, não tive nenhuma reunião com diretores da empresa e nunca recebi nada da máfia das sanguessugas", afirmou Antero, por meio de nota divulgada por sua assessoria.Continua a nota: "Meu nome não foi citado por Luiz Antônio Vedoin no depoimento ao juiz federal Jefferson Schneider, nem no depoimento do Darci Vendoin à CPI das Sanguessugas. Não estou na lista de denunciados pelo Ministério Público e nem na lista de investigados pela CPI. O vice-presidente da CPI (dos sanguessugas), deputado Raul Jungmann (PPS-PE), e o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) já confirmaram, em depoimentos à TV, a minha inocência", afirmou o senador tucano, acusando o governador Blairo Maggi." Eles têm ligações antigas. O governo Blairo Maggi ajudou a Planan e os integrantes da quadrilha são aliados do governador nas eleições. Eles estão incomodados com o meu crescimento nas pesquisas e com o fato de eu denunciá-los publicamente através do programa eleitoral na televisão. "No início dos trabalhos da CPI, o nome do senador tucano chegou a ser citado, mas, naquele momento, nada teria sido encontrado contra ele. Gabeira chegou a gravar uma declaração em vídeo isentando Antero de culpa, que foi veiculada na campanha eleitoral do senador em Mato Grosso.Agora, Gabeira quer que a CPI o investigue e irá fazer essa proposta à comissão na próxima segunda-feira. O deputado quer que Antero suspenda imediatamente a exibição da declaração que deu a favor do senador para o seu programa eleitoral.- Vamos ouvir novamente o Vedoin e pedir explicações ao Antero. Gravei o vídeo até para evitar que houvesse exploração política quando o nome dele surgiu. Sou o primeiro, agora, a pedir que ele seja investigado. E o Antero está impedido de usar meu depoimento em sua campanha - disse Fernando Gabeira.O senador afirmou que está tranqüilo e que vai provar sua inocência:- A entrevista de Vedoin pode até levar a CPI a me investigar. Que investiguem, não tenho rabo preso.Antero Paes de Barros é o segundo candidato ao governo de Mato Grosso acusado de envolvimento no escândalo das sanguessugas. A primeira foi a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), que renunciou à vaga no Conselho de Ética do Senado esta semana. A CPI também vai investigar outros dois senadores: Ney Suassuna (PMDB-PB) e Margno Malta (PL-ES).

Mais Sobre Política - Nacional

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitte