Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Relatório da Aeronáutica não aponta culpados no acidente com Legacy


Agência O globoRIO - O relatório preliminar da Aeronáutica sobre o acidente entre o jato Legacy e o Boeing da Gol não aponta culpados para o choque. O relatório, que será divulgado na íntegra nesta quinta-feira, apenas lista circunstâncias que levaram ao acidente.A avaliação feita até aqui indica que diferentes fatores somados contribuíram para o choque e que não se pode ainda apontar se há uma ou mais pessoas culpadas pela tragédia. O relatório definitivo só deve ficar pronto no segundo semestre do ano que vem.Pelos dados apresentados, o plano de vôo não foi cumprido. O Legacy voou o tempo todo a 37 mil pés, na mesma altitude do Boeing, quando deveria voar a uma altitude de 37 mil pés até Brasília, em seguida descer a 36 mil pés, e, em outro ponto da rota, mais ou menos 500 quilômetros adiante, subir para 38 mil pés.Segundo o Jornal Nacional da TV Globo, por mais de meia hora, já depois de Brasília, o jatinho ficou sem comunicação, o que corresponde a aproximadamente 700 quilômetros sem falar com a torre. Neste período os controladores tentaram fazer contato sete vezes. Não conseguiram. Os investigadores já sabem também que, mesmo sem comunicação, os pilotos do Legacy não fizeram nenhuma manobra arriscada, que toda a trajetória do vôo foi linear.O relatório analisa fatores que levaram ao acidente, a parte técnica dos equipamentos e as falhas humanas. Nessa parte, os peritos avaliaram a formação dos pilotos e dos controladores e analisaram o comportamento deles no dia do acidente.O relatório aponta que não havia excesso de tráfego naquele dia, que cada controlador cuidava de três a cinco aviões. O máximo permitido é 14.Os peritos ainda descartam a possibilidade da área do acidente apresentar zonas de sombra de comunicação. A rota do Legacy foi repetida por um avião de testes da FAB.Antes de ser divulgado, o relatório vai ser entregue às famílias das vítimas. As 154 pessoas que estavam a bordo do Boeing morreram no momento do choque com o solo. A informação está nos laudos que o Instituto de Medicina Legal de Brasília entregou hoje aos parentes das vítimas. Apenas um corpo não foi encontrado até agora e as buscas vão ser encerradas oficialmente na sexta-feira.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di