Porto Velho (RO) quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

Relatório foi apresentado na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (13)


REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol - Gente de Opinião

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) criticou a proposta do relator da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), no que diz respeito à aposentadoria dos professores. De acordo com o relatório, a idade mínima para professoras fica em 57 anos, enquanto a dos professores fica em 60, até que uma lei complementar defina novos critérios.

Para Jaqueline Cassol, que é presidente dos Progressistas em Rondônia, o aumento entre cinco e sete anos na idade mínima para os professores continua muito severo. “O relatório do deputado Samuel Moreira é um pouco melhor que a proposta do Governo Federal, mas ainda não é justa. Os professores têm um papel essencial na sociedade brasileira, trabalham além do horário de aula e o aumento na idade mínima para esses profissionais demonstra a desvalorização da categoria”, postulou a parlamentar.

A deputada é autora de uma das 277 emendas à Reforma da Previdência. Pela proposta de Jaqueline Cassol, a aposentadoria dos professores deveria ser mantida como é atualmente, sem alteração da idade mínima, tempo de contribuição ou regra de transição, onde as mulheres se aposentam aos 50 anos e os homens aos 55, nos niveis fundamental, básico e médio.

Na busca por este objetivo, a parlamentar deve apresentar destaque ao texto final da Comissão Especial, quando este chegar ao Plenário da Câmara, para garantir os direitos constitucionais dos professores. “Fui eleita para trabalhar pelas pessoas e não vou ficar de braços cruzados. O que estiver ao meu alcance, como deputada federal, vou fazer para defender os professores”, destacou a deputada.

A expectativa é que o relatório seja votado no dia 25 de junho na Comissão Especial e siga para análise do Plenário na primeira semana de julho. Após aprovação da Câmara, a PEC6/2019 será discutida e votada no Senado.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p