Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Reduzir idade penal é propaganda enganosa contra violência


"O grande equívoco que se refere à redução da maioridade penal está na propaganda enganosa de que, se reduzindo a idade penal, se estaria combatendo efetivamente a violência". A afirmação é do presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto.

Para o presidente da OAB, a redução da maioridade penal seria a função mais cômoda a ser tomada pelo Estado. "Ao invés de resolver o problema da violência como um todo e investir na melhoria das questões sociais, o Estado iria apenas coibir a sua ponta, que é a punição de envolvidos em crimes".

Exemplo de que a redução da idade penal não é a forma ideal para combater a violência, segundo Cezar Britto, foi a barbárie cometida contra o menino João Hélio, no Rio de Janeiro, que chocou o Brasil. "É a demonstração mais clara de que não é aumentando ou reduzindo a pena que se combate a violência. Tanto é que, dos cinco acusados, quatro já tinham atingido a idade adulta e nem por isso deixaram de cometer o crime", acrescentou Cezar Britto.

A questão da violência está sendo examinada pela OAB no âmbito do Fórum pela Superação da Violência e Promoção da Cultura da Paz, composto, ainda, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), associações de magistrados, de promotores públicos e demais entidades representativas da sociedade. A próxima reunião do Fórum será às 9h30 do próximo dia 14. 

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di