Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Quase 70 mil brasileiros aguardam doação de órgãos para transplante


Agência O Globo BRASÍLIA - O ministro interino da Saúde, Jarbas Barbosa, abriu nesta segunda-feira em Brasília a Semana Nacional da Doação de Órgãos. Cerca de 68 mil brasileiros aguardam por um órgão na lista de espera do Sistema Nacional de Transplantes (SNT), segundo o ministério. Na solenidade, o Ministério da Saúde entregou o prêmio Destaque na Promoção da Doação de Órgãos e Tecidos no Brasil. A contemplada na categoria pessoa física foi a enfermeira Neide da Silva, chefe da Captação do Hospital Santa Isabel, em Blumenau (SC). A equipe que coordena é responsável pela notificação de 20% das mortes encefálicas no estado. Na categoria pessoa jurídica, a ganhadora foi a empresa TAM Linhas Aéreas, que desde 2001 já transportou mais de dois mil órgãos e 132 equipes transplantadoras gratuitamente. Apesar de ter o maior sistema público de transplantes do mundo, o governo brasileiro espera aumentar o número de doadores para zerar, até o ano que vem, a fila de espera por córneas e reduzir à metade a espera por medula óssea e outros órgãos. Em 2005, o Sistema Único de Saúde (SUS) realizou 11.095 transplantes e gastou R$ 521 milhões com as cirurgias. - Mesmo num momento de perda, é importante compreender que esse gesto de doar órgãos pode fazer com que pessoas melhorem a sua qualidade de vida ou ganhem uma chance de sobrevivência. Por isso, essa semana que nós inauguramos hoje tem esse sentido, de continuar divulgando a todos os brasileiros que apesar de termos o maior sistema de transplantes público do mundo, ainda precisamos avançar mais - afirmou Jarbas Barbosa. A doação de órgãos no Brasil é regulamentada por lei desde 1997. Para se tornar um doador, é necessário conversar com a família e deixar claro esse desejo. Não é preciso deixar nada por escrito, apenas os familiares devem se comprometer a autorizar a doação por escrito após a morte. Para falar com as centrais estaduais de transplantes, responsáveis pela captação de órgãos, é só ligar para o Disque-Transplante, pelo telefone 0800 611997. - Nós temos ainda uma notificação de situações de possíveis doadores aquém do estimado. Nós poderíamos ter outra realidade na questão da captação de órgãos, se essas possíveis doações fossem notificadas às centrais estaduais de transplantes - alerta o coordenador do Sistema Nacional de Transplantes, Roberto Schlindwein. A doação de órgãos só é feita após a constatação de morte encefálica e se uma ou mais partes do corpo (órgãos ou tecidos) estiverem em condições de serem aproveitadas para transplantes

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)