Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PT não teme perder espaço no governo, diz Marco Aurélio Garcia


Isabel Braga - Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente do PT, Marco Aurélio Garcia, disse nesta quinta-feira que não está preocupado com a possibilidade de o partido perder espaço no novo Ministério do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, como indicou o próprio Lula. Na quarta-feira, o presidente dissera que que o partido já tem o cargo mais importante no governo, que é o de presidente da República. Lula disse ainda que o governo será composto de forma diferente no segundo mandato, mas garantiu que não vai fazer uma 'salada de frutas'. Marco Aurélio disse que o partido tem consciência de que o presidente terá que fazer um governo de coalizão com as forças que o ajudaram na reeleição, e afirmou que o PT terá o espaço que merece no Ministério.- Não, não preocupa, eu sempre declarei que este é um governo de coalizão, que se dá em torno de programas de governo. Devem participar dele todas as forças que aprovam os programas. Eu acho que foi uma grande conquista desta eleição no segundo turno a mobilização de energias políticas muito grandes. Espero que esssa forças que se mobilizaram para eleger Lula sejam capazes de ajudar a executar o programa de governo. O PT terá a participação que merece no governo Lula, e eu acho que será uma boa participação - disse.Já o líder do PT na Câmara, Henrique Fontana (RS), disse que o partido está seguro de que será um grande protagonista no Ministério de Lula. Segundo Fontana, o PT não está preocupado com números, e sim com uma formação adequada do governo.- Estamos seguros de que o presidente Lula fará um grande Ministério, e o PT será um grande protagonista neste Ministério. Não faremos contas de números, de mais ou menos ministérios. Estamos seguros de que o presidente conduzirá de maneira adequada a formação desse Ministério.Fontana pretende marcar uma reunião com Lula, e sugeriu que, pela afinidade com o presidente, os líderes e a Executiva do partido estejam juntas na reunião. Ele chegou a brincar com o slogan da campanha de reeleição, dizendo que, primeiro, foi 'Deixa o homem trabalhar', depois o próprio Lula sugeriu 'Deixa o homem descansar', e agora deveria ser 'Deixa o homem pensar'.- Nós confiamos no presidente Lula como um grande condutor de um grande ministério de alta qualidade técnica. O PT deseja ter um protagonismio estratégico e queremos deixar o Lula à vontade. Existe muita especulação numérica em torno dos ministérios. Uma formação de Ministério não é uma aula de matematíca, mas uma aula de política, algo estratégico. Sempre é difícil montar um Ministério, sempre há muitas pessoas qualificadas para um cargo só.Diante da insistência dos jornalistas, que queriam saber se o PT iria gritar por espaço no governo, como afirmou recentemente o líder do PP na Câmara, Mário Negromonte, Henrique Fontana respondeu apenas que o partido vai intensificar o diálogo com Lula.- O PT tem um diálogo qualificado com o presidente. Vamos intensificar esse diálogo.Presidência no PTTambém nesta quinta-feira, Marco Aurélio Garcia que cabe ao presidente licenciado do partido, deputado Ricardo Berzoini (SP), decidir se volta ou não ao comando do partido, do qual se afastou após seu nome ser envolvido na tentativa de compra de um dossiê contra políticos tucanos.- A prerrogativa de voltar à presidência do partido é do próprio Berzoini. Cabe a ele decidir quando voltar - afirmou.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que