Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PT faz reunião para discutir espaço no ministério


Agência O GloboBRASÍLIA - A Executiva Nacional do PT iniciou, na sede do partido em Brasília, uma reunião para discutir o espaço da legenda na composição do novo ministério do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.A intenção da reunião é fechar uma lista de ministeriáveis do partido, que deve ser entregue a Lula até sexta-feira.A principal reivindicação do PT é conseguir uma pasta para a ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, uma das principais apostas do partido para a eleição presidencial de 2010. Marta é cotada para a Educação ou para Cidades. Mas a idéia enfrenta obstáculos, já que Lula julga positivo o desempenho do atual ministro da Educação, Fernando Haddad, e pode mantê-lo no cargo.Já no Ministério das Cidades, o nome de Marta sofre resistências do PP, que pretende continuar comandando a pasta.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di