Porto Velho (RO) domingo, 24 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PT e PSDB: calote à vista no fechamento das campanhas presidenciais


Afência O GloboBRASÍLIA - O PT e o PSDB fecharam as campanhas presidenciais de 2006 com um rombo de R$ 30 milhões e não têm perspectiva de pagamento a curto ou médio prazos. Este e outros números que mostram as dificuldades financeiras dos dois partidos estão na reportagem publicada neste domingo pelo jornal O Globo. Após a prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos se comprometeram a saldar a dívida, mas os tesoureiros admitem que não têm dinheiro.O tesoureiro do PT, Paulo Ferreira,diz que, com a desorganização e a crise que se abateu sobre o PT, perdeu-se o controle e o partido deixou de arrecadar cerca de R$ 30 milhões nos últimos quatro anos.- Se as empresas estão doando para o PSDB, para o PT não estão. O aspecto mais grave é que estamos nesse processo de recuperação financeira com bancos, empresas e grandes fornecedores, sem que os compromissos feitos na campanha estejam sendo honrados - disse Ferreira. - Só à Coteminas devemos R$ 10 milhões, sem calcular os juros. O vice José Alencar (dono da empresa) não interfere para um eventual perdão dessa dívida. É muito difícil, ele passou o controle da empresa para o filho.De acordo com a reportagem, sete credores do PT esperam receber pagamentos.O quadro não é diferente no PSDB. Coordenador da campanha de Alckmin, o ex-ministro Eduardo Jorge Caldas informa que o partido só conseguiu saldar até agora R$ 2 milhões da dívida de R$ 19,9 milhões.- Estamos vendo as possibilidades de pagar essa dívida com o Fundo Partidário e só depois vamos começar uma campanha de arrecadação. Os credores estão entendendo nossas dificuldades e têm nos dado prazo para equacionar esses pagamentos. Pagaremos de qualquer jeito.Mário César de Camargo, da Abigraf, setor que engloba a maior fatia dos credores, não parece tão confiante. Ele diz que as perspectivas do calote são enormes e que as grandes empresas já deixaram de prestar esse tipo de serviço por causa de "penduras" que existem desde 2002 e 2004, do PT e do PSDB.

Mais Sobre Política - Nacional

Oscar Maroni elogia Sérgio Moro e diz estar otimista com o novo governo

Oscar Maroni elogia Sérgio Moro e diz estar otimista com o novo governo

O empresário Oscar Maroni, fala sobre politica, economia e empreendedorismo e se diz esperançoso sobre o futuro do país Oscar Maroni, empresário nos s

Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura"

Igreja Católica reage à ofensiva do governo: Evaristo Pascoal Spengler. "Só vimos na ditadura"

A Igreja Católica começa a reagir à ação de espionagem do governo Bolsonaro contra o Sínodo da Amazônia que terá como ponto culminante um encontro no

Senador Marcos Rogério diz que PEC sobre aborto deve ser debatida na CCJ

Senador Marcos Rogério diz que PEC sobre aborto deve ser debatida na CCJ

O senador Marcos Rogério (RO) disse que a proposta de emenda à Constituição (PEC 29/2015) que altera o artigo 5º da Constituição para determinar a “in

Ciro Gomes é vaiado e responde: “O LULA TÁ PRESO, BABACA”

Ciro Gomes é vaiado e responde: “O LULA TÁ PRESO, BABACA”

Ciro Gomes repetiu o que fez seu irmão Cid no segundo turno das eleições e chamou um militante do PT de "babaca", nesta quinta-feira (7), durante a Bi