Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PT e PSDB: calote à vista no fechamento das campanhas presidenciais


Afência O Globo BRASÍLIA - O PT e o PSDB fecharam as campanhas presidenciais de 2006 com um rombo de R$ 30 milhões e não têm perspectiva de pagamento a curto ou médio prazos. Este e outros números que mostram as dificuldades financeiras dos dois partidos estão na reportagem publicada neste domingo pelo jornal O Globo. Após a prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os partidos se comprometeram a saldar a dívida, mas os tesoureiros admitem que não têm dinheiro. O tesoureiro do PT, Paulo Ferreira,diz que, com a desorganização e a crise que se abateu sobre o PT, perdeu-se o controle e o partido deixou de arrecadar cerca de R$ 30 milhões nos últimos quatro anos. - Se as empresas estão doando para o PSDB, para o PT não estão. O aspecto mais grave é que estamos nesse processo de recuperação financeira com bancos, empresas e grandes fornecedores, sem que os compromissos feitos na campanha estejam sendo honrados - disse Ferreira. - Só à Coteminas devemos R$ 10 milhões, sem calcular os juros. O vice José Alencar (dono da empresa) não interfere para um eventual perdão dessa dívida. É muito difícil, ele passou o controle da empresa para o filho. De acordo com a reportagem, sete credores do PT esperam receber pagamentos. O quadro não é diferente no PSDB. Coordenador da campanha de Alckmin, o ex-ministro Eduardo Jorge Caldas informa que o partido só conseguiu saldar até agora R$ 2 milhões da dívida de R$ 19,9 milhões. - Estamos vendo as possibilidades de pagar essa dívida com o Fundo Partidário e só depois vamos começar uma campanha de arrecadação. Os credores estão entendendo nossas dificuldades e têm nos dado prazo para equacionar esses pagamentos. Pagaremos de qualquer jeito. Mário César de Camargo, da Abigraf, setor que engloba a maior fatia dos credores, não parece tão confiante. Ele diz que as perspectivas do calote são enormes e que as grandes empresas já deixaram de prestar esse tipo de serviço por causa de "penduras" que existem desde 2002 e 2004, do PT e do PSDB.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)