Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Primeiro resultado parcial da eleição vai sair com 30% dos votos


Agência O GloboBRASÍLIA - A primeira parcial de votos a presidente da República será feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h de domingo, já com 30% dos votos apurados. Por volta de meia-noite, 90% dos votos de todo o país já estarão apurados. O final da totalização deve ocorrer até terça-feira. A informação foi divulgada nesta quarta-feira pelo diretor geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Athayde Fontoura Filho.divulgação nos estados, para cargos de governador, senador e deputados, será feita a partir das 17h, quando se encerra o processo de votação. Para o cargo de presidência, só poderá ocorrer as 19h por causa do fuso horário, pois alguns estados estão atrasados em relação à hora de Brasília, chegando a duas horas menos, como é o caso do Acre.A totalização do resultado de cada urna será repassada, via rede de computador, para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de cada estado, que enviará, na mesma hora, os números para o TSE. Em locais afastados, como aldeias indígenas, a transmissão será feita através de telefones especiais, via satélite.Se faltar luz, as votações não serão interrompidas, pois cada urna é dotada de uma bateria com duração de 12h de funcionamento. Caso o eleitor permaneça na fila da seção eleitoral após as 17h, serão distribuídas senhas aqueles que chegarem até esse horário.De acordo com o diretor geral do TSE, todos os municípios brasileiros serão alcançados pelas urnas eletrônicas. "Em alguns casos, as urnas seguem em avião, helicóptero, barco ou até de bicicleta ou lombo de burro", contou Athayde.Segundo ele, 90% das urnas já estão distribuída para os cartórios eleitorais de cada cidade. De sábado para domingo, elas serão levadas para os locais de votação.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO