Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Presos na Operação Saúva movimentaram R$ 354 milhões em seis anos


Agência O GloboBRASÍLIA - As investigações da Polícia Federal e da Receita Federal mostram que as 30 empresas envolvidas no esquema que fraudava licitações de merenda escolar e venda de alimentos para órgãos públicos movimentaram R$ 354 milhões nos últimos seis anos. Foram declarados ao fisco receitas de apenas R$ 27,7 milhões para o mesmo período. Em 2005, os 32 fraudadores, entre eles servidores civis e militares, foram beneficiados com R$ 53 milhões.A operação Saúva já apreendeu documentos que indicam a prática de crimes contra a ordem tributária, como sonegação fiscal, falsidade ideológica, contra o sistema financeiro, contra a administração pública e lavagem de dinheiro. Segundo a Receita Federal, a ação envolvia quatro grandes grupos empresariais que eram os responsavéis por oferecer os produtos nas licitações aos servidores de órgãos públicos nas esferas federal, estadual e municipal. Os envolvidos criavam empresas em nome de laranjas para participar de licitações públicas ou para compor o processo licitatório na formação de número de concorrentes. Até o início da tarde desta sexta-feira, a PF prendeu 30 pessoas, entre empresários, servidores civis e militares, em seis estados e no Distrito.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di