Porto Velho (RO) segunda-feira, 14 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Presidente do TSE apóia fim da reeleição


Isabel Braga (Agência O Globo) BRASÍLIA - O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Marco Aurélio de Mello, defendeu a aprovação da emenda que propõe o fim da reeleição. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira a PEC que acaba com a reeleição para prefeitos, governadores e presidente da República. Se a medida for aprovada nas duas votações no plenário da Casa e na Câmara, valerá a partir das eleições de 2010. Marco Aurélio considera que a reeleição leva desequilíbrio à disputa e confusão entre os governantes que se candidatam.- O próprio presidente atual de República, Luis Inácio Lula da Silva, diz que não sabe quando é candidato e quando é presidente da República e aí surgem os incidentes e as glosas que tem que ocorrer, considerada a utilização da máquina administrativa, o abuso do poder de autoridade e o abuso do poder econômico - disse o ministro.- O governo está contribuindo para acabar com a reeleição na medida em que começa a ficar claro que, em razão da reeleição, vale tudo - disse.A reeleição foi instituída no país a partir de 1998. No ano anterior, a proposta de emenda à Constituição foi aprovada pelo Congresso em meio à denúncia de compra de votos pelo governo. O então presidente Fernando Henrique Cardoso foi um dos beneficiados e acabou reeleito ainda no primeiro turno. O próprio Alckmin também tirou proveito ao se reeleger em 2002.O fim da reeleição interessa especialmente a outros dois tucanos: o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, e o ex-prefeito de São Paulo José Serra, potenciais candidatos a presidente em 2010

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç