Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Prazo para entrega da declaração do IR começa em 1º de março


Agência O GloboBRASÍLIA - Chegou a hora de os contribuintes juntarem documentos para acertar as contas com o Leão. Começa no dia 1º de março, às 8h, o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2007 (ano-base 2006). Este ano, o Fisco fez algumas modificações nas regras do IR que podem facilitar a vida de quem tem imposto a pagar. O valor devido poderá ser parcelado em até oito vezes e não apenas em seis.Outra novidade é que o pagamento poderá ser feito por meio de débito automático em conta corrente. Segundo o supervisor nacional do IR, Joaquim Adir, a idéia do governo (com o débito) é ajudar os contribuintes a fazerem o cálculo correto das parcelas devidas. Ele explicou que são comuns casos de pessoas que acabam caindo na malha fina porque não calcularam corretamente o valor a ser repassado à Receita. Com exceção da primeira parcela, as demais precisam considerar o imposto devido, mais a taxa Selic (hoje em 13% ao ano).Outra novidade de 2007 está nas informações que precisarão ser incluídas na declaração. Será obrigatório colocar o número do CPF (Cadastro da Pessoa Física) de dependentes com mais de 21 anos, o que era facultativo até agora. Além disso, o contribuinte que quiser deduzir do IR o valor pago a título de contribuição patronal para um de seus empregos domésticos terá que colocar na declaração o nome do empregado, seu número de inscrição na Previdência Social e o valor pago.A declaração de 2007 é a primeira em que se poderá abater gastos com empregados domésticos. Outra novidade é que será preciso informar na declaração qualquer valor de doação a campanhas eleitorais - incluindo o nome do candidato, seu partido político ou comitê financeiro. A Receita também exigirá que os contribuintes detalhem valores recebidos como lucros ou dividendos de empresas, incluindo na declaração o CNPJ e o nome da fonte pagadora. Até agora, só era preciso informar os valores desses rendimentos.A declaração do IR precisa ser entregue por pessoas físicas que, por exemplo, obtiveram rendimentos tributáveis acima de R$ 14.992,32 em 2006. O prazo termina em 30 de abril. Segundo a Receita, 23,5 milhões de documentos devem ser entregues este ano, contra 22 milhões do ano passado.As formas de entrega da declaração do IR continuarão a ser a internet, disquetes, por meio das agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal ou em formulário de papel, nas agências dos Correios. No entanto, os formulários de papel não devem estar disponíveis para os contribuintes já no dia 1º. Segundo a Receita, eles serão liberados na primeira quinzena de março.No exterior, os contribuintes só poderão utilizar a internet para acertar as contas com o Leão. Não será mais possível entregar a declaração em postos do Itamaraty fora do país.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que