Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Polícia terá que comunicar prisões à defensoria pública


Agência O GloboBRASÍLIA - A partir desta terça-feira, as delegacias de polícia estão obrigadas a informar à Defensoria Pública, em 24 horas, todas as prisões em flagrante de pessoas que não indicarem advogado. O objetivo da lei, sancionada pelo presidente em exercício José Alencar e publicada nesta terça-feira no Diário Oficial da União, é dar mais proteção aos presos, evitando que eles fiquem detidos por prazo indedinido sem acusação formal. Atualmente, as famílias dos presos que não têm dinheiro para constituir advogado aguardam a convocação da audiência pública, o que pode demorar meses, para recorrer à Defensoria.Com a mudança prevista na Lei 11.449, o parágrafo 1º do artigo 306 do Código Penal passa a vigorar com a seguinte redação: "Dentro em 24 horas depois da prisão, será encaminhado ao juiz competente o auto de prisão em flagrante acompanhado de todas as oitivas colhidas e, caso o autuado não informe o nome de seu advogado, cópia integral para a Defensoria Púbica".Outra lei sancionada por José Alencar na segunda-feira, enquanto estava no exercício da Presidência da República, permite que a Defensoria Pública apresente ações civis públicas, assim como já faz o Ministério Público.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul