Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Polícia reforça fiscalização nas estradas por causa da crise nos aeroportos


Agência O Globo BRASÍLIA - As dificuldades enfrentadas pelos passageiros nos aeroportos motivou maior fiscalização nas estradas do país no feriado, pois a Polícia Rodoviária Federal estima um aumento de 30% no fluxo de veículos. A operação Semana Santa teve início na madrugada de hoje e vai até domingo. Mais de 9 mil policiais estão distribuídos em 400 postos. Em entrevista à Radiobrás, o chefe da Divisão de Fiscalização de Trânsito da PRF, Coraci Ricardo Fernandes, disse que a instituição está preocupada com a possibilidade de migração de alguns turistas do transporte aéreo para o rodoviário. "Prevendo esse aumento de fluxo, intensificamos o emprego do efetivo administrativo e viaturas para tentar prevenir acidentes". Segundo ele, houve um aumento de 7,5% no número de acidentes e 3,5% no de mortes nos feriados do último verão, em relação ao ano anterior. Só no Carnaval, os índices foram de 8,1% e 15,1%, respectivamente. Fernandes explicou que uma das principais causas dos acidentes é a falta de atenção dos motoristas. "Em mais de 60% dos casos, os acidentes ocorrem em retas, durante o dia e com tempo bom". Para evitar situações de risco, ele recomenda fazer planejamento adequado da viagem, com horários de parada, viajar de dia e evitar dirigir longas distâncias cansado. E lembra que o motorista deve estar atento à sinalização e documentação do veículo. A Polícia Rodoviária Federal também vai fiscalizar os veículos longos, como caminhões bi-trens e cegonhas. De acordo com Fernandes, haverá restrição de horário para circulação nas estradas. "Os veículos mais longos acabam trazendo complicações para automóveis menores e em função do grande fluxo no trânsito, é preciso estabelecer horários. A norma estará em vigor nas estradas de pista simples, para veículos com ou sem carga e independentemente de possuírem ou não a Autorização Especial de Trânsito (AET). O motorista que não obedecer a restrição será multado em R$ 85,13, além de receber quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e ter o veículo retido.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 22 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)