Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Policia Federal analisa documentos apreendidos com juizes e desembargadores


Germano Oliveira, Agência O GloboSÃO PAULO - A Polícia Federal de São Paulo, que fez a apreensão de documentos e computadores dos três desembargadores do Tribunal Regional Federal, da 3a. Região (TRF-3), e de dois juizes federais da primeira instância, em São Paulo, acusados de vender sentenças que beneficiaram donos de bingos e casas de caça-níqueis, está encaminhando, neste sábado, todo o material apreendido para a sede da Polícia Federal, em Brasilia, que depois repassará a documentação para o ministro Félix Fischer, da Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ).O ministro Félix Fischer é quem autorizou a busca e apreensão do material na casa e nos escritórios dos desembargadores do TRF em São Paulo, Roberto Haddad, Alda Bastos e Nery da Costa Junior, além dos juizes federais Maria Cristina Cukierkorn (23a. Vara Federal) e Djalma Moreira Gomes (25a. Vara Federal).Fischer, no entanto, negou o pedido de prisão temporária feito pelo procurador da República, Francisco Dias Teixeira, que comanda as investigações contra os magistrados, contra o procurador da Fazenda, Sergio Gomes Ayala, uma funcionária da Receita Federal, vinte advogados, dois policiais civis, empresários e até o presidente da Associação Brasileira dos Bingos, Olavo Sales da Silveira.No total, o Ministério Público Federal investiga 43 pessoas envolvidas na "Operação Têmis", acusada de ter participação em uma quadrilha organizada para permitir o funcionamento ilegal de bingos e casas de caça-níqueis em São Paulo. A operação vem ocorrendo há 8 meses, com escutas telefônicas e com base em sentenças proferidas pelos juizes e desembargadores que permitem o funcionamento ilegal das casas de jogos, determinavam a libertação de presos desses grupos e que facilitam até a importação de equipamentos das máquinas de caça-níqueis, entre outras coisas.Segundo o superintendente da PF em São Paulo, Geraldo José de Araujo, esses juízes e desembargadores recebem até R$ 150 mil por sentença ou de R$ 20 a 30 mil por mês, cujo mensalão o delegado classificou de "Bingão da Justiça".

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que