Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PM tem novo Corregedor


Assumiu a Corregedoria Geral da Polícia Militar na última terça-feira, o coronel PM Aymar Achiles Rodirgues Guimarães, em substituição ao tenente coronel PM Elmo Luiz da Luz Costa. A Corregedoria tem como missão  a aplicação e preservação dos valores éticos, morais e disciplinares na Corporação.

A Corregedoria da PM mantém uma equipe permanentemente de sobreaviso, que poderá ser acionada a qualquer hora. Se o fato ocorrer nos dias úteis, em horário comercial, a pessoa que se sentir vítima de ação de policial-militar deverá ligar diretamente para a Corregedoria, pelos telefones 3216-5504, 3216-5505 ou 3216-5555.

Quando fora do horário comercial, o órgão será acionado por meio do Centro Integrado de Operações Policiais – CIOP, cujo telefone é 3216-2100 ou 190. Quanto mais rápida Corregedoria for acionada, mais eficiente será o resultado das investigações e mais rapidamente as medidas disciplinares serão adotadas.

Fonte: Lenilson Guedes

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu