Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Placa que informa sobre presença de radar volta a ser obrigatória


Agência O GloboBRASÍLIA - Três anos depois de revogar a obrigatoriedade de placa para alertar os motoristas sobre a presença de radares nas vias, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou nesta sexta-feira, no Diário Oficial da União, uma nova resolução determinando que os locais onde haja equipamentos de fiscalização sejam sinalizados e que os radares fiquem visíveis. Na Deliberação nº 52, com data de 6 de setembro, o Contran dá prazo de 90 dias para instalação de placas informando sobre o radar e para que o equipamento esteja visível ao motorista.Até julho de 2003, o Contran exigia que as vias fiscalizadas por radar fossem sinalizadas com uma placa com a velocidade máxima permitida e outra sobre a presença do equipamento. Na época, o entendimento era de que as chamadas placas educativas, que alertam sobre a presença do radar, acabavam levando os motoristas a só baixarem a velocidade nos locais onde havia a sinalização, e não em toda a via. Desde então, as placas deixaram de ser obrigatórias.De acordo com a nova decisão, assinada pelo presidente do Contran, Alfredo Peres da Silva, a definição do local de instalação de radar deve ser precedida de estudos técnicos, que levem em consideração os índices de acidente, o número de veículos que transitam na via e a perspectiva de redução do número de acidentes. A resolução diz ainda que não é obrigatória a presença de agente de trânsito no local da infração registrada por radar fixo. Se o radar não levar à redução do número de acidentes, o Contran recomenda a utilização de barreira eletrônica.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele