Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pirataria causa demissões no setor audiovisual


Plínio Teodoro - Agência O Globo SÃO PAULO - A comercialização de produtos piratas pode acarretar redução de até 40% nos postos de trabalho em alguns setores da indústria do audiovisual em 2006. De acordo com Luiz Paulo Barreto, secretário-executivo do Ministério da Justiça e presidente do Conselho Nacional de Combate à Pirataria (CNCP), as locadoras de vídeos demitiram cerca de 70 mil funcionários nos últimos 9 anos e este número pode aumentar em razão da concorrência com produtos piratas.O Sindicato das Videolocadoras do Estado de São Paulo (Sindemvídeo) estima queda de 30% a 50% no faturamento das 4 mil locadoras de vídeo do estado, em 2006. Caso a projeção se concretize, 40% dos cerca de 12 mil funcionários do setor devem ser demitidos.- As locadoras estão fechando as portas e o que o consumidor faz: ao invés de locar um vídeo, ele quer comprar 50 para ter em casa, só dvds piratas, que são objeto de crime. É necessário uma mudança de cultura - disse o secretário.Na tarde desta segunda-feira, Barreto reuniu-se com representantes da indústria audiovisual na sede da Polícia Federal em São Paulo para discutir políticas de combate à pirataria. O evento faz parte de uma série de reuniões com setores que têm sido vítimas da falsificação de produtos no Brasil, com o objetivo de conhecer as principais dificuldades enfrentadas pela indústria e intensificar ações de combate à pirataria.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.