Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PFL abrirá processo contra parlamentares, mas só depois do relatório da CPI


Gerson Camarotti (Agência O Globo) BRASÍLIA - Em reunião nesta quarta-feira, a Executiva nacional do PFL decidiu abrir processo disciplinar contra os parlamentares do partido que forem citados no relatório preliminar da CPI dos Sanguessugas, se o documento for aprovado. A divulgação do relatório está prevista para o dia 10. Segundo o presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), é preciso aguardar o relatório preliminar da CPI para abrir os processos. Os parlamentares que forem condenados no processo disciplinar interno terão a filiação partidária imediatamente cancelada.Aprovada a expulsão do parlamentar, o PFL ajuizará representação na Justiça Eleitoral pedindo a retirada de sua candidatura. Bornhausen disse que todos os processos serão concluídos em agosto e está seguro de que a Justiça Eleitoral atenderá ao partido.- Uma pena dessa natureza deve ser recebida em qualquer momento pela Justiça Eleitoral. Tenho certeza que o TSE acatará nossa recomendação - disse.Já foram citados oito deputados do PFL nos depoimentos da máfia das ambulâncias: Cesar Bandeira (MA), Almir Moura (RJ), Laura Carneiro (RJ), Marcos de Jesus (PE), Coriolano Sales (BA), Paulo Magalhães (BA), Zelinda Novaes (BA) e Celcita Pinheiro (MT). Os parlamentares terão oito dias para apresentar defesa. O relator dos processos será o presidente do PFL jovem, João Roma Neto. O presidente do PFL disse que alguns parlamentes já enviaram ao partido cópia da defesa apresentada na CPI e que o julgamento interno seguirá todos os trâmites legais.Fontes do PFL acreditam que cerca de quatro deputados devem ser expulsos. Questionado se as expulsões não prejudicariam o partido em ano de eleiões, Bornhausen disse que pior será o partido não tomar nenhuma decisão.- O prejuízo eleitoral é muito maior se o partido não tomar uma dcisão em relação a esse episódio - disse.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di