Porto Velho (RO) domingo, 15 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PF: Jackson teria recebido propina de R$ 240 mil


Agência O GloboBRASÍLIA e SÃO LUÍS - O governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), é um dos principais investigados pela Operação Navalha, que resultou na prisão de 46 políticos, empresários e servidores públicos ontem. O governador é acusado de receber R$ 240 mil em propina para beneficiar a Gautama, empreiteira de Zuleido Soares Veras.O procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, chegou a pedir a prisão de Jackson junto com os demais 47 acusados de envolvimento com a organização do empreiteiro Zuleido Soares Veras. Mas a ministra do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Eliana Calmon, relatora do caso, disse que não tinha condições de atender ao pedido do procurador-geral."Deixo de decretar a prisão de Jackson Lago, governador do Maranhão, por entender que inexistem elementos fáticos capazes de decretar sua prisão em flagrante, única forma possível de custodiá-lo, diante do que dispõe o art. 66, parágrafo 3, da Constituição do Estado do Maranhão". Ou seja, ele só poderia ser preso em flagrante ou se condenado no fim do processo.Entrega do dinheiro acertada, em código, por telefoneSegundo relatório reservado da Polícia Federal, Maria de Fátima Palmeira, diretora comercial da Gautama, pagou, em 21 de março, R$ 240 mil a Jackson Lago. O pagamento teria sido intermediado por Alexandre de Maia Lago e Francisco de Paula Júnior, sobrinhos do governador. A PF fez as acusações com base em gravações de conversas de Alexandre Maia com Fátima, entre outros integrantes da organização, antes, durante e depois do repasse do dinheiro.Leia a íntegra desta notícia no Globo Digital

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç