Porto Velho (RO) segunda-feira, 13 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PF investiga telefonemas entre Dirceu e Lorenzetti


Jailton de Carvalho - Agência O Globo BRASÍLIA - Um novo nome pode ser envolvido no escândalo do dossiê que seria comprado por petistas contra políticos tucanos. Segundo uma fonte da Polícia Federal que acompanha de perto as investigações, na lista de telefones rastreados constam duas ligações entre o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e Jorge Lorenzetti, ex-chefe do núcleo de inteligência da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A assessoria de imprensa da PF informou que a instituição não se manifestará sobre o assunto porque o inquérito corre em segredo de Justiça. Ex-diretor do Banco do Estado de Santa Catarina (Besc), Lorenzetti é apontado como um dos petistas que teriam tratado da compra do dossiê com Luiz Antônio Vedoin, chefe da máfia dos sanguessugas. José Dirceu seria a pessoa classificada na quinta-feira pelo superintendente da Polícia Federal no Mato Grosso, Daniel Lorenz, como uma " conhecida e importante" que teria envolvimento no caso. Na quinta-feira, Lorenz disse que essa pessoa conhecida recebeu um telefonema e retornou a ligação para um dos petistas envolvidos no escândalo. ( Conheça os personagens do caso) Segundo Lorenz, as duas ligações telefônicas, feitas de telefone fixo, despertaram a atenção da PF. - Essa pessoa recebeu uma ligação e ligou de volta. Pode não ser nada, ou somente uma coincidência. Porém, como a polícia não trabalha com coincidências, mas com fatos, vamos investigar - dissera ele na quinta. A campanha do presidente Lula está avaliando que impactos a inclusão do nome de Dirceu poderia ter nesta reta final da corrida eleitoral. Também nesta sexta-feira, Lorenzetti deu entrada a uma interpelação judicial no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado Raul Jungmann (PPS-PE), vice-presidente da CPI dos Sanguessugas. Na quinta-feira, Jungmann declarou ter recebido informações de que Lorenzetti sacou US$ 150 mil em uma casa de câmbio de Santa Catarina, dinheiro que poderia ser parte do R$ 1,7 milhão que seria usado na compra de dossiês contra tucanos. Na ação, Lorenzetti pede que Jungmann explique onde obteve a informação. O deputado não quis revelar a fonte da informação.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu