Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PF cumpre mandado na casa de suspeito de gravar DVD sem consentimento de namoradas


Agência O Globo RECIFE - Agentes da Polícia Federal cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do ex-agente penitenciário Alexandro Bezerra da Silva, 29 anos. Ele mora em Juazeiro (BA), no Sertão nordestino, e é acusado de produzir um DVD com imagens dele mantendo relações sexuais com mulheres que não sabiam que estavam sendo filmadas. A Justiça já decretou a prisão preventiva do acusado, que está foragido. A polícia começou a investigar o caso na última sexta-feira, após três denúncias. - A gente se relacionou por cerca de dois meses e, sem motivo aparente, ele sumiu. Ele não atendia mais minhas ligações. Depois de muito insistir, eu deixei pra lá, mas nunca imaginei que pudesse estar sendo filmada. Ele sempre insistia para irmos para esse mesmo lugar e para sempre ter a luz acesa - conta uma das mulheres que denunciou o caso. Ela prefere não ser identificada. Pelo menos oito mulheres de Juazeiro e Petrolina (PE) foram vítimas de Alexandro, que distribuiu o DVD para camelôs do município baiano. Das três denunciantes, uma diz que era menor de idade quando se relacionou com Alexandro Bezerra. - Somente a perícia no vídeo vai poder constatar a data em que ele foi gravado, para saber se ela era realmente menor na época da gravação - diz Carlos Moreira, delegado da PF. Durante a busca realizada no apartamento do acusado, os agentes encontraram documentos pessoais, DVDs, o fardamento do complexo penitenciário onde ele trabalhava e uma caixa de som oca, onde a polícia suspeita de que ele usava para esconder a câmera das filmagens. - A pena prevista por esse crime vai de três a seis anos e se ficar comprovado que ele comercializou, ou seja, que divulgou as imagens com o fim de obter vantagens financeiras, a pena pode chegar a até oito anos de reclusão - explica Moreira. Numa rápida procura entre os vendedores ambulantes de Juazeiro, a equipe de reportagem da TV Grande Rio encontrou exemplares do DVD que, segundo os camelôs, estão sendo muito procurados. - Tá fazendo sucesso, todo mundo pede 'Eu quero as meninas de Juazeiro - diz um dos vendedores. Um deles também diz que os DVDs já foram vendidos até para moradores de outras cidades baianas, como Salvador e Feira de Santana. - Eu me sinto humilhada, envergonhada, diante de todas essas pessoas. O DVD é de sexo explícito barato, que foi editado de uma forma vulgar. Eu acho que ele precisa de uma punição - diz a denunciante.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)