Porto Velho (RO) domingo, 15 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pensão vitalícia a ex-governadores pode voltar no Mato Grosso do Sul


Agência O GloboRIO - Em Mato Grosso do Sul, um projeto de emenda à Constituição estadual pode dar ao governador Zeca do PT um benefício que foi extinto em 1989: a pensão vitalícia para ex-governadores.Há 17 anos os deputados estaduais acabaram com a pensão vitalícia para os futuros governantes, mas mantiveram o direito adquirido para quem havia sido governador no período anterior à nova lei. São R$ 97 mil reais por mês com gastos com pensões para cinco ex-governadores de Mato Grosso do Sul. Cada um recebe quase R$ 20 mil reais.Zeca do PT seria o primeiro a não receber a aposentadoria, mas um projeto que tramita na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul prevê a volta da pensão vitalícia para ex-governadores do estado. O projeto foi apresentado por um deputado governista e, para ser aprovado, precisa do voto de dois terços dos parlamentares - 16 deputados.- O projeto foi assinado por oito deputados, está na Comissão de Constituição e Justiça e redação da casa e posteriormente vem a plenário - disse o deputado estadual Paulo Corrêa (PL).Para o especialista em direito constitucional, o advogado Valdmir Rossi, o projeto dos deputados de Mato Grosso do Sul fere a Constituição Federal.- Não é mais possível a partir de 1998 aposentadorias e pensões ou outro nome que se queira dar como subsídios mensais vitalícios a governadores. Eles são, hoje, contribuintes do sistema geral da previdência e como tal sujeitos a essas regras - afirmou Rossi.O autor do projeto é o deputado Ari Vigo, do PDT. O governador Zeca do PT não quis comentar o assunto.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç