Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Pefelista diz que partido parece cartório em alguns estados


Luiz Cláudio de Castro - Agência O GloboBRASÍLIA - Defensor da refundação do PFL, o deputado José Carlos Machado (SE), que assumiu a quarta secretária da Câmara logo após a posse da nova legislatura, afirma que o partido precisa de caras novas e com coragem de defender propostas positivas para o país, como a privatização de alguns setores. Sem citar exemplos, o pefelista disse que em alguns estados o partido virou uma espécie de cartório nas mãos de um mesmo grupo político. Mais cedo, o presidente do PFL, Jorge Bornhausen (SC), disse que a mudança pretende oxigenar o partido.- Há diretórios por aí que são verdadeiros cartórios, que estão nas mãos de determinadas pessoas desde que foi fundado. É preciso que haja renovação dos quadros dirigentes, abrigar caras novas, com coragem de defender as mudanças necessárias para o Brasil - disse.O deputado não tem dúvida de que a convenção nacional do dia 28 de março confirmará a mudança do nome para Partido Democrata, aprovada nesta quinta-feira pela executiva nacional. Aprovada a mudança, o partido adota o novo nome imediatamente, mas a conclusão das mudanças nos diretórios, que estão sendo dissolvidos, só deve estar pronta entre agosto e outubro deste ano. Segundo ele, será criada uma comissão nacional para conduzir o processo.- O PFL é um partido extremamente disciplinado. Age como o PSD antigo. Vai se reunir para homologar o que já estava decidido - brincou o deputado.Ao defender as privatizações, o deputado disse que os líderes não podem ter vergonha de defender propostas desse tipo. Ele criticou o aliado PSDB dizendo que o candidato do partido à Presidência da República, Geraldo Alckmin, fugiu do debate e acabou passando uma imagem negativa das privatizações para a opinião pública. José Carlos Machado citou as telecomunicações como exemplo de setor em que a privatização foi bem-sucedida, afirmando que elas estão permitindo a universalização do serviço, além de ter aumentado o montante de recursos pagos em impostos pelas teles.- Lamentavelmente, o candidato do PSDB à Presidência da República fugiu. Veja quanto as teles pagavam de imposto e quanto pagam hoje - disse.Machado lembrou que nos países desenvolvidos, como os Estados Unidos, os aeroportos são administrados pelas próprias companhias, enquanto no Brasil a competência é de uma estatal, a Infraero, que sofreria influência excessiva da Aeronáutica. Outro setor em que as privatizações podem ser positivas, segundo ele, é o das estradas. Ele cita o exemplo da Inglaterra, onde as parcerias público-privadas teriam dado muito certo.- Não podemos ter vergonha de discutir as privatizações. As PPPs deram muito certo na Inglaterra, mas aqui as coisas correm de uma forma muito tímida - disse.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul