Porto Velho (RO) quinta-feira, 19 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

PEC DOS VEREADORES: STF se prepara para julgar ação ajuizada pelo Senado



Às vésperas de deixar a presidência da Câmara, que escolherá seu novo comandante na próxima segunda-feira, o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) fez questão de marcar posição. E saiu atirando. Em documento encaminhado ontem ao Supremo Tribunal Federal (STF), ele explicou as razões que o levaram a barrar, no fim do ano passado, a promulgação da polêmica proposta de emenda constitucional que cria 7.343 novos cargos de vereadores em todo o país. Ele não poupou críticas à decisão do presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), de entrar na Justiça para tentar obrigar a Mesa Diretora da Câmara a promulgar o texto. Garibaldi também está se despedindo do cargo.

Na resposta ao Supremo, Chinaglia sustentou que a recusa ocorreu por causa de uma mudança na proposta aprovada em maio de 2008 pela Câmara — o que, necessariamente, deveria levar a matéria de volta para a Casa. Na madrugada de 18 de dezembro, o Senado aprovou a PEC a toque de caixa, mantendo o aumento do número de vereadores, mas retirando um parágrafo que limitava as despesas dos órgãos legislativos. “A supressão de tal dispositivo configura alteração substancial da proposta”, declarou o petista. O Senado diz que o gesto foi ilegal.

Argumentos técnicos à parte, Chinaglia aproveitou para alfinetar o colega que ainda preside o Senado, chamando-o de deselegante e impertinente. “Esta presidência repudia a deselegante e imprópria menção de que a Mesa Diretora da Câmara dos Deputados mereceria repreensão pelo Supremo Tribunal Federal. Tal assertiva, referindo-se a ato soberano de órgão diretor de Casa do Poder Legislativo, revela-se, no mínimo, incabível e impertinente”, afirmou. “Também extremamente inadequada e grosseira as referências aos membros da Mesa da Câmara dos Deputados como pequeno grupo de dirigentes”, completou.


Impasse


Com a resposta de Chinaglia em mãos, o impasse em torno da questão está mais perto do fim. A decisão caberá ao ministro Carlos Alberto Menezes Direito, relator do processo. Ele poderá julgar a ação sozinho ou levá-la para análise em conjunto com os colegas do STF. Como o tribunal retoma suas atividades na semana que vem, o abacaxi deverá cair mesmo é no colo do próximo presidente da Câmara.

Favorável à promulgação da PEC, a União dos Vereadores do Brasil (UVB) não perdeu tempo: enquanto esperava a decisão, atirou para todos os lados para fazer pressão. “Fizemos um trabalho muito forte com o Michel Temer (candidato à presidência da Câmara), imaginando que ele possa ser eleito. Ele tem dado um entendimento de que vai promulgar a PEC. Buscamos conversar com o Temer e finalizar essa conversa com o Chinaglia”, resumiu o presidente da UVB, Bento Batista.

Fonte: Mirella D'Elia - Correio Braziliense

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç