Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Paulo Bernardo anuncia criação de portal para fiscalizar convênios


Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, sugeriu nesta quarta-feira o aumento da fiscalização in loco das execuções orçamentárias e a designação desse controle à Controladoria-Geral da União (CGU). O ministro do Controle e da Transparência, Jorge Hage, afirmou que a Controladoria seria capaz de assumuir a tarefa, desde que o órgão pudesse recompor seu quadro de auditores.Os dois ministros participaram de audiência pública da CPI dos Sanguessugas, convocada para discutir alternativas de controle das execuções do Orçamento. Foi justamente a falha nessa fiscalização que possibilitou o esquema montado pela família Vedoin, dona da empresa Planam, no superfaturamento de licitações de ambulâncias, via emendas parlamentares.Paulo Bernardo anunciou a criação de um portal na internet para acompanhar a prestação de contas de convênios firmados com o governo. A medida foi divulgada na audiência pública marcada pela CPI das Sanguessugas para discutir alternativas de controle da execução do Orçamento. O serviço, segundo Bernardo, será semelhante ao Portal da Transparência, criado pela Controladoria-Geral da União (CGU). O ministro admitiu que os convênios ainda seguem um processo lento, realizado manualmente. Há atrasos na prestação de contas, falta de parâmetros de preços e as irregularidades são descobertas somente depois que os convênios já foram feitos.Além do portal, Paulo Bernardo anunciou que ainda serão adotadas, entre outras medidas, a padronização dos convênios, a capacitação de servidores da União e das entidades conveniadas, a análise prévia dos convênios que envolverem a realização de obras e o estabelecimento de regras claras para os convênios com entidades privadas.O ministro sugeriu ainda o aumento da fiscalização in loco das execuções orçamentárias e a designação desse controle à CGU. O ministro da CGU, Jorge Hage, que também participou da audiência na CPI, afirmou que a controladoria seria capaz de assumir a tarefa, desde que o órgão pudesse recompor seu quadro, com a contratação de mais três mil auditores.Entre as sugestões apresentadas por Hage para aperfeiçoar o controle dos recursos transferidos está a proibição da utilização de cheques nos pagamentos de convênios. Ele explicou que há hoje três formas de pagamentos dos convênios: cheque nominal, ordem bancária e transferência. Os cheques precisam ser nominais, mas não cruzados. Com isso, qualquer funcionário de um prefeitura, por exemplo, pode sacar os recursos de um convênio.Sanguessugas: Relator vai propor absolvição de mais um deputadoO deputado Zenaldo Coutinho (PSDB-PA) anunciou na tarde desta quarta-feira, durante reunião do Conselho de Ética da Câmara, que vai recomendar a absolvição do deputado Érico Ribeiro (PP-RS). O parlamentar gaúcho é acusado de apresentar emendas ao Orçamento para beneficiar licitações superfaturadas para compra de ambulâncias e de receber comissão de 10% sobre as emendas executadas.O empresário Luiz Antônio Vedoin, dono da Planam, disse durante seu depoimento ao Conselho de Ética que depositou R$ 10 mil na conta de um assessor de Érico a título de pagamento pela apresentação de emenda no valor de R$ 1,2 milhão.Érico Ribeiro nega qualquer acordo com a família Vedoin.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç