Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Patrimônio de Aécio triplicou desde 2014


Gente de Opinião

Minas 247 - Documentos da Receita Federal revelam que o patrimônio declarado do senador Aécio Neves (PSDB-MG) triplicou após a eleição de 2014, quando foi derrotado por Dilma Rousseff (PT). O salto foi de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016.

O crescimento é resultado de uma operação financeira entre Aécio e sua irmã Andrea Neves envolvendo cotas que o senador detinha em uma rádio, a Arco Íris, da qual foi sócio durante seis anos.

A quebra do sigilo fiscal do tucano foi ordenada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em uma ação cautelar que corre paralelamente ao inquérito que investiga o parlamentar por ter pedido R$ 2 milhões ao dono da empresa de carnes JBS, Joesley Batista. 

Nas eleições de 2014, Aécio declarou ao TSE que suas cotas na Arco Íris, afiliada da Jovem Pan, valiam R$ 700 mil, na forma de uma dívida que mantinha com a antiga dona, sua mãe.

Em setembro de 2016, Aécio decidiu vender suas cotas à outra sócia na rádio, Andrea. Ao realizar a operação, o senador declarou ao Fisco que elas valiam R$ 6,6 milhões, quase dez vezes mais do que um ano antes.

Ao mesmo tempo, a mãe de Aécio perdoou a dívida com o filho. Os mesmos R$ 6,6 milhões foram declarados por Andrea em seu Imposto de Renda —cujo sigilo também foi quebrado pelo STF.

As informações são de reportagem de Reynaldo Turollo Jr e Rubens Valente na Folha de S.Paulo.

Mais Sobre Política - Nacional

STF julga hoje ação penal contra Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo

No processo, os cinco ministros do colegiado vão decidir se condenam ou absolvem os acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, na Operaçã

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Ação pode custar mais R$ 17 bilhões à Petrobras

Petrobras pode ter que pagar mais R$ 17 bilhões por conta de uma ação no Tribunal Superior do Trabalho...

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

Taxa de ocupação dos presídios brasileiros é de 175%, mostra CNMP

A lotação é mais acentuada na região Norte do país, onde algumas unidades acomodam cerca de três vezes mais detentos do que sua estrutura permite.

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Sem pressa contra Aécio, PGR pede mais 60 dias

Em dos inquéritos tem como relator o ministro Gilmar Mendes e apura o suposto pagamento de vantagens indevidas "prometidas e/ou efetuadas" pela Odebre