Porto Velho (RO) terça-feira, 19 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Patrimônio de Aécio triplicou desde 2014


Gente de Opinião

Minas 247 - Documentos da Receita Federal revelam que o patrimônio declarado do senador Aécio Neves (PSDB-MG) triplicou após a eleição de 2014, quando foi derrotado por Dilma Rousseff (PT). O salto foi de R$ 2,5 milhões em 2015 para R$ 8 milhões em 2016.

O crescimento é resultado de uma operação financeira entre Aécio e sua irmã Andrea Neves envolvendo cotas que o senador detinha em uma rádio, a Arco Íris, da qual foi sócio durante seis anos.

A quebra do sigilo fiscal do tucano foi ordenada pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em uma ação cautelar que corre paralelamente ao inquérito que investiga o parlamentar por ter pedido R$ 2 milhões ao dono da empresa de carnes JBS, Joesley Batista. 

Nas eleições de 2014, Aécio declarou ao TSE que suas cotas na Arco Íris, afiliada da Jovem Pan, valiam R$ 700 mil, na forma de uma dívida que mantinha com a antiga dona, sua mãe.

Em setembro de 2016, Aécio decidiu vender suas cotas à outra sócia na rádio, Andrea. Ao realizar a operação, o senador declarou ao Fisco que elas valiam R$ 6,6 milhões, quase dez vezes mais do que um ano antes.

Ao mesmo tempo, a mãe de Aécio perdoou a dívida com o filho. Os mesmos R$ 6,6 milhões foram declarados por Andrea em seu Imposto de Renda —cujo sigilo também foi quebrado pelo STF.

As informações são de reportagem de Reynaldo Turollo Jr e Rubens Valente na Folha de S.Paulo.

Mais Sobre Política - Nacional

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Não é uma previsão catastrofista, garante, mas uma "leitura simples" a partir do que o sistema político-eleitoral foi capaz de produzir até hoje

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Por unanimidade, a 2ª Turma do STF absolveu a senadora Gleisi Hoffmann, seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler das ac

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

Após a convocação de uma sessão extraordinária para a próxima terça-feira, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou a inclusão na pauta

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

A quem interessa tolher o poder de investigação do Parlamento brasileiro?