Porto Velho (RO) domingo, 20 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Para especialistas, faltam nomes de peso e com projetos para o país


Agência O GloboRIO - Para especialistas ouvidos pelo GLOBO, o novo Ministério marca a falta de ousadia do governo em áreas fundamentais para o avanço do país, como a Previdência, a Agricultura e a Educação. Faltariam nomes de peso e líderes com excelência política ou técnica em suas áreas de atuação. Uma exceção seria o ministro da Saúde José Gomes Temporão.O cientista político Emil Sobottka, da PUC do Rio Grande do Sul, classifica a reforma ministerial de medíocre:- Com os nomes anunciados até agora, Lula mostra que quer apenas administrar os problemas do cotidiano, sem apresentar uma proposta política diferente.Para o historiador Francisco Carlos Teixeira, da UFRJ, é preciso ter no Ministério "homens de visão, com grandes projetos" e não nomes do jogo partidário.- A característica da reforma ministerial, até aqui, é a montagem da equipe pela via da negociação partidária, não pela excelência dos quadros.Teixeira cita nomes como Darcy Ribeiro, Anísio Teixeira, "alguém com um projeto para o país".Sobottka e Teixeira discordam da opção por Lupi. Já o sociólogo Luiz Werneck Vianna, do Iuperj, considera que a segunda equipe de Lula não difere muito da primeira.- Não é um ministério ruim, mas não se pode dizer que é o melhor do mundo.( Leia a análise completa em O Globo Digital)

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que