Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

País exporta reservistas treinados para exércitos particulares


Agência O Globo RIO - Soldados da reserva do Exército brasileiro estão sendo recrutados, a peso de ouro, para integrarem pequenos exércitos privados em áreas de conflito como Iraque e Angola. Os soldados brasileiros no exterior não chegam a ser mercenários, porque nunca houve combate. Eles são contratados por empresas privadas militares e de segurança, que tiveram um crescimento espetacular depois do fim da guerra fria, mas representam um problema diplomático, e desde que apareceram os primeiros casos de aliciamento para trabalhar no Iraque, cuja invasão não foi chancelada pelo Brasil, as autoridades nacionais passaram a investigar e a vigiar a rede de agenciadores em pelo menos três capitais. O jornal O Globo traz em sua edição deste domingo reportagem que mostra alguns esquemas de aliciamento. De acordo com a publicação, os salários variam entre US$ 6 mil e US$ 12 mil mensais, mas é uma atividade sem garantias trabalhistas: as empresas geralmente exigem que o profissional assine um contrato que o obriga, em caso de morte ou acidente, a não reclamar indenizações. Este contrato também não inclui seguro de vida ou outra proteção a sua família. No Brasil, os aliciadores de mão-de-obra para o Iraque tiveram de enfrentar a lei. A procuradora-geral do Trabalho, Sandra Lia Simón, disse que, com base nas notícias sobre a atividades dos alemães, foram instaurados procedimentos em São Paulo, Curitiba e Goiânia, mas os suspeitos negaram. Sua empresa foi obrigada ainda a assinar um termo de ajustamento de conduta, comprometendo-se a não recrutar candidatos para o Iraque. Para investigar o italiano Spinelli, além do inquérito na Polícia Federal, o Exército abriu inquérito policial-militar (IPM). (Leia a reportagem completa na edição deste domingo de O Globo Digital)

Gente de OpiniãoSábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Sábado, 20 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)