Porto Velho (RO) domingo, 18 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Oposição vai aumentar pressão


Agência O GloboBRASÍLIA - Em mais um round da disputa eleitoral, a oposição vai nesta quarta-feira à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reforçar o pedido para que as investigações sobre a tentativa de compra de um dossiê contra tucanos sejam acompanhadas por instituições como a OAB. Os líderes dos partidos da oposição têm encontro com o presidente da Ordem, Roberto Busato, às 15h. Pela manhã, o tucano Geraldo Alckmin participa de sabatina no Conselho Federal da OAB. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva recusou o convite.Ontem, os presidentes do PSDB, Tasso Jereissati, do PFL, Jorge Bornhausen, do PPS, Roberto Freire, e o líder do PFL no Senado, José Agripino Maia (RN), protocolaram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido de investigação de supostas irregularidades praticadas pelo ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, e integrantes da Polícia Federal na apuração da origem do dinheiro que seria usado na compra do dossiê.A representação, feita ao ministro-corregedor do TSE, Cesar Asfor Rocha, também pede nova investigação contra o presidente Lula por suposta prática de crime eleitoral e cooptação do governador do Mato Grosso, Blairo Maggi. A oposição alega que Maggi declarou seu apoio formal a Lula após receber garantias de liberação de verbas para o agronegócio.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele