Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Oposição pede no Senado a criação da CPI das ONGs


Adriana Vasconcelos - Agência O GloboBRASÍLIA - A oposição decidiu nesta quarta-feira desengavetar o pedido de instalação da CPI das ONGs que estava parado desde o fim do ano passado. O autor do requerimento, o senador Heráclito Fortes (PFL-PI), com o apoio de 74 dos 81 parlamentares da Casa, protocolou a proposta na mesa do Senado. O governo não parece disposto a interferir. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), garantiu que não pretende impedir o funcionamento da comissão parlamentar.A oposição vem tentando instalar a CPI das ONGs desde novembro do ano passado, depois de descobrir que Jorge Lorenzetti, um dos envolvidos no escândalo do dossiê contra os tucanos, seria um dos colaboradores de uma ONG que teria recebido R$ 18 milhões da União.De acordo com Jucá, a CPI das ONGs tem dois caminhos a seguir: pode se transformar num marco regulatório para definir os limites e condições para a liberação de recursos públicos para essas organizações ou virar um palco político. Mas se prevalecer a segunda opção, ele adverte, que nenhum governo será poupado. O PT mesmo já está defendendo que as investigações sejam retroativas a 1999, o que pegaria o segundo mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O objetivo principal dos petistas seria investigar as transferências feitas pelo Comunidade Solidária, que foi coordenado pela ex-primeira-dama Ruth Cardoso.- Não temos nenhuma preocupação com essa investigação - assegurou Jucá.Apenas sete senadores não assinaram o requerimento que propõe a criação da CPI, entre eles o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), Ideli Salvatti (PT-SC), José Néri (PSOL-PA), Patrícia Saboya (PSB-CE), Aloizio Mercadante (PT-SP), Maria do Carmo (PFL-SE) e Sérgio Guerra (PSDB-PE). Os dois últimos, segundo Heráclito, só não teriam assinado porque estão fora de Brasília.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que