Porto Velho (RO) quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

OAB é contra edição de medidas provisórias pelos estados


Agência O GloboBRASÍLIA - A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de permitir a edição de medidas provisórias pelo governo de Santa Catarina causou reação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para o vice-presidente da OAB, Aristoteles Atheniense, as MPs perderam o conteúdo e a seriedade reservada pela Constituição.- A julgar pelo que está acontecendo no Executivo federal, imagine-se o que não poderá acontecer nos 27 estados. É preciso lembrar que a medida provisória é um artifício que tem força de lei - disse Atheniense.Para o vice-presidente da Ordem, as assembléias legislativas podem enfrentar a mema situação do Congresso, onde o excesso de medidas provisórias editadas pelo presidente tranca constantemente a pauta de votações, deixando o Legislativo parado por causa da prioridade delas na votação.A decisão a favor do governo de Santa Cataria foi tomada na quinta-feira, com o voto a favor de oito ministros do Supremo. Para eles, a medida provisória pode ser usada pelo Executivo estadual, desde que a Constituição do estado assim o estabeleça e que não fuja às regras fixadas pela Constituição Federal.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul