Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

OAB defende: políticos não deveriam receber salários


O presidente da Seccional de Minas Gerais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Raimundo Cândido, defendeu hoje (12) o fim do pagamento de salários para vereadores, deputados estaduais, federais e senadores. Para Cândido, parlamentares deveriam receber apenas ajuda de custo para locomoção, alimentação e moradia. Ele afirma, ainda, que ocorreu um desvirtuamento das funções parlamentares. “Os deputados se transformaram em despachantes de luxo. O papel deles não é o de negociar recursos para bases eleitorais. Eles foram eleitos para legislar”, diz.

Para Cândido, os recursos que seriam economizados com o pagamento de salários aos parlamentares deveriam ser aplicados em “aproximar a Justiça da população”. Conforme ele, moradores de muitas cidades do interior precisam viajar ao município vizinho para ter acesso à Justiça. Cândido afirma que o fim da remuneração poderia ocorrer no bojo de uma reforma política. Avalia, no entanto, ser difícil a mudança pelo fato de serem os próprios parlamentares os encarregados de realizar a reforma.

A proposta de Raimundo Cândido foi lançada durante a instalação na Seccional mineira da OAB de ouvidoria para receber denúncias contra crimes eleitorais. As suspeitas de irregularidades deverão ser encaminhadas por eleitores a uma das 166 seções da OAB na capital ou no interior. As denúncias passarão por avaliação de integrantes da ouvidoria e, comprovados indícios de crime, serão encaminhadas à Justiça Eleitoral e ao Ministério Público. Na avaliação de Cândido, a criação de uma instância na OAB para receber suspeitas de irregularidades em campanhas políticas contribui para inibir crimes eleitorais.

As denúncias poderão ser entregues pessoalmente, por carta, fax ou e-mail ([email protected]). O endereço das seções da OAB estão no site da ordem: www.oabmg.org.br. Denúncias anônimas não serão aceitas. A ouvidoria, no entanto, garante o sigilo dos dados pessoais de quem apontar as irregularidades. Na capital a Ordem vai contar com dois integrantes da OAB Jovem para receber as denúncias. No interior, um funcionário de cada uma das seções ficará encarregado de receber as suspeitas de irregularidades. 

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)