Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

No Tocantins, um tipo de Lei da Mordaça


Agência O Globo RIO - A nova presidente do Tribunal de Contas do Tocantins denunciou um tipo de Lei da Mordaça no estado. O tribunal está proibido de divulgar informações sobre um processo contra o governador Marcelo Miranda.Em setembro do ano passado, o governo do Tocantins foi condenado pelo Tribunal de Contas do estado a devolver R$ 2 milhões aos cofres públicos. O dinheiro tinha sido usado para o pagamento de uma empreiteira que, segundo o Tribunal, já havia recebido pelos serviços.Na mesma decisão, o TCE proibiu o então governador Marcelo Miranda, do PMDB e o pai dele, Brito Miranda, secretário de Infra-estrutura do estado, de ocuparem cargos públicos por oito anos.O governador, que concorria à reeleição, entrou com recurso no Tribunal de Justiça questionando a competência do Tribunal para torná-lo inelegível.Uma semana antes da eleição, num domingo, a então presidente, desembargadora Dalva Magalhães, aceitou o recurso e concedeu uma liminar proibindo o Tribunal de Contas de divulgar informações sobre qualquer processo. Marcelo Miranda foi reeleito.- O que foi feito naquela época a mim, aos meus auxiliares do meu governo, eu entendia que eles estavam realmente procurando algo que não tinha nada a ver - afirmou o governador de Tocantins, Marcelo Miranda, PMDB.O Tribunal de Contas do Estado já pediu à Justiça, por duas vezes, que reconsiderasse a decisão. Mas, até agora, os recursos ainda não foram julgados pelos desembargadores do TJ.- A minha opinião quanto a decisão é de que ela fere o princípio constitucional da publicidade das decisões. Ela é uma afronta à Constituição e ela nos impede do exercício da efetivação das nossas decisões que são dadas dentro dos moldes da constituição - disse o presidente do TCE do Tocantins, Dóris Coutinho.A desembargadora Dalva Magalhães e o atual presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, Daniel Négri, não quiseram comentar o assunto.

Mais Sobre Política - Nacional

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

Jair Bolsonaro confirma revogação da adesão ao Pacto Global para Migração

O presidente Jair Bolsonaro confirmou a revogação da adesão do Brasil ao Pacto Global para Migração Segura, Ordenada e Regular. Na sua conta no Twitte