Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

'Nanicos' gastaram 1.500 vezes menos do que campanhas de Dilma e Serra



 José Henrique Lopes, do R7

Juntos, a petista Dilma Rousseff, eleita presidente, e o tucano José Serra, derrotado por ela no segundo turno, orçaram suas despesas de campanha em quase R$ 360 milhões. Trata-se de um valor quase 1.500 vezes superior à soma dos gastos de outros seis candidatos que disputaram o primeiro turno da eleição.

De acordo com dados disponíveis no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), estes seis candidatos - Plínio de Arruda Sampaio (PSOL), Zé Maria (PSTU), Ivan Pinheiro (PCB), Levy Fidelix (PRTB), José Maria Eymael (PSDC) e Rui Costa Pimenta (PCO) - desembolsaram, juntos, R$ 253.608,15.A senadora Marina Silva, que disputou o Palácio do Planalto pelo PV e terminou na terceira colocação, informou despesas de R$ 24,1 milhões.

Entre os candidatos chamados de “nanicos”, o que mais teve despesas foi o socialista Plínio de Arruda Sampaio, do PSOL.

O promotor público aposentado, que recebeu 886.816 votos, informou gastos de R$ 99.245,00. Fazendo a conta do valor de cada voto recebido por Plínio, chega-se a um resultado de R$ 0,11. Ele, a exemplo dos demais candidatos dos partidos de esquerda, não aceita doações de empresas privadas, bancos ou empreiteiras.

O socialista, além disso, defendeu durante toda a campanha uma mudança na legislação para que candidatos e partidos possam, no futuro, receber apenas recursos públicos.

Com gastos de R$ 90.657,42, o candidato do PSTU, Zé Maria, conseguiu 84.609 votos, o que resulta na proporção de R$ 1,07 por voto.

Ivan Pinheiro, que disputou a eleição pelo PCB, declarou à Justiça Eleitoral gastos de R$ 33.226,11. Levy Fidelix, do PRTB, famoso pelo projeto de construir o “aerotrem”, teve despesas de R$ 16.800. O candidato do PSDC, José Maria Eymael, desembolsou R$ 9.691,62.

A campanha mais barata foi a de Rui Costa Pimenta, candidato do PCO. Ao longo da disputa eleitoral, ele teve despesas de R$ 3.988,00. Cada um de seus 12.206 votos custou R$ 0,32.

Dilma e Serra ainda não prestaram contas ao TSE porque disputaram o segundo turno e têm prazo até o fim deste mês.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç